22 julho 2011

ESCOVA ECOLÓGICA NO ESPAÇO ESSENCIAL

O Espaço Essencial mais uma vez saiu na frente e já está trabalhando com as novas escovas ecológicas, exclusivas da Lissé (sempre nossa parceira)!


Liguem e agendem um horário conosco. Seus cabelos lindos, com saúde!


Veja abaixo como funciona essa novidade que está dando o que falar!







Escova Ecológica Ciclo Natural´s
De Lissé Professional´s
São tantas as opções e formulações de escovas progressivas que prometem alisar e diminuir o volume dos cabelos que faltava apenas uma versão ecologicamente correta. E o tempo do verbo é passado mesmo, pois segundo o hairstylist Wagner Lisboa – do Ophicina do Cabelo, no Rio de Janeiro – ela já existe. Isso mesmo: uma escova que, além de deixar os fios ajeitados, não os prejudica. E o melhor: também não causa danos ao meio ambiente.

Batizada de Ciclo Natural´s, a escova ecologicamente correta é feita à base de flores amarelas, frutas tropicais e pimenta rosa. A técnica ainda é livre de parabenos, silicones e conservantes. “Através da Empresa Lissé Professional´s, a escova foi descoberta depois de muitos estudos, que começaram no ano 2000. A idéia era substituir químicas como formol, carbocisteina, que causa o desbotamento da cor, e albumina, que não é tão indicado para loiras”, explica o cabeleireiro.

O cabeleireiro Wagner e o Grupo Lissé conta que as tentativas foram muitas até chegar à formulação atual. “Conseguimos encontrar a combinação perfeita, que resulta na redução de volume e garante segurança e saúde para os clientes e paras os funcionários”, comenta. O hairstylist e a Lissé garante que a escova ecologicamente correta, ou Ciclo Natural´s, não tem cheiro, nem ardência ou contraindicações. “Por ser livre de químicas, ela pode ser feita por todo mundo”.

O passo a passo do Ciclo Natural´s Lissé Professional´s em pouco difere dos métodos tradicionais de escova e sua durabilidade pode chegar a três meses. Esse período, de acordo com Wagner e o Grupo Lissé, estão relacionados diretamente à manutenção e à região onde a cliente vive. “Para quem vive na orla, a durabilidade é menor”, conta. A culpa é da tradicional brisa do mar. Já a manutenção deve ser feita com produtos sem sal.

A novidade está disponível em todo território Nacional, em breve o produto estará rompendo fronteiras, está sendo negociado em toda America Latina.